Clique e assine com 88% de desconto
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Pedro Carvalho. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Conteúdo para assinantes

Justiça valida leniência da Camargo Correa e delações

A empreiteira e os demais colaboradores pagaram R$ 721 milhões pelo acordo

Por Robson Bonin - Atualizado em 22 jul 2019, 17h38 - Publicado em 22 jul 2019, 17h07

A 5ª Vara Federal de Curitiba decidiu, na última sexta (19), que são legais os acordos firmados pela força-tarefa do Ministério Público Federal no Paraná pela Lava-Jato.

O caso analisado envolve a leniência da Camargo Corrêa e as delações do ex-executivo da Petrobras Paulo Roberto Costa, e de Dalton Avancini, Eduardo Hermelino Leite e João Ricardo Auler, ex-executivos da Camargo Corrêa.

Esses acordos foram alvo de polêmica sobre que órgãos seriam competentes para negociá-los.

A Camargo Corrêa e os demais colaboradores pagaram R$ 721 milhões pelo acordo.

Publicidade