Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Justiça suspende troca da direção de hospital federal no Rio

TRF2 acolheu recurso do governo contra decisão que determinava exoneração da diretoria do Hospital Federal de Bonsucesso

Por Mariana Muniz Atualizado em 5 Maio 2020, 18h10 - Publicado em 5 Maio 2020, 18h08

O Tribunal Regional Federal da 2ª Região atendeu a um pedido feito pelo governo federal e suspendeu a decisão que determinava a substituição da direção do Hospital Federal de Bonsucesso, no Rio de Janeiro – administrado pelo Ministério da Saúde.

Na última quinta-feira, a juíza Carmen Silvia Lima de Arruda, da 15ª Vara Federal no Rio de Janeiro, acusou a direção do hospital de omissão e intimou o Ministério da Saúde a tomar medidas administrativas para substituir o corpo diretivo.

A medida foi tomada pelo TRF2 para ter tempo de apreciar o recurso, que é da AGU. Nele, a AGU argumenta que a decisão de exonerar a diretoria do hospital é uma “arbitrariedade judicial”.

O prazo para que as medidas fossem tomadas terminava nesta terça-feira. Na decisão, o TRF2 também suspendeu a realização de uma audiência de conciliação marcada pela juíza.

O Hospital de Bonsucesso foi um dos anunciados pelo Ministério da Saúde como unidade de referência no combate ao coronavírus.

Continua após a publicidade
Publicidade