Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Justiça ouvirá ‘motoboys da propina’ da Fetranspor

Eles transportavam o dinheiro a ser distribuído

Por Ernesto Neves Atualizado em 17 Maio 2018, 18h13 - Publicado em 17 Maio 2018, 16h23

Duas testemunhas-chave da Operação Cadeia Velha, que investiga a distribuição de suborno entre empresas de ônibus e parlamentares, serão ouvidas na próxima segunda (21).

Tratam-se dos office-boys Carlos Alberto Vital da Silva e  Ricardo Campos Santos, que trabalhavam na empresa Hoya.

Os dois, que são colaboradores do Ministério Público Federal, revelaram que entregavam dinheiro de propina da Fetranspor para uma corretora de valores.

Também depõem neste dia Regina Antonio e Eni Guineli,  secretárias de José Carlos Lavouras, ex-presidente do Conselho de Administração da Fetranspor.

 

 

Continua após a publicidade

Publicidade