Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Justiça levanta sigilo de contas de Tacla Durán

Ex-advogado da Odebrecht vive na Espanha

Por Ernesto Neves Atualizado em 20 Maio 2019, 23h19 - Publicado em 20 Maio 2019, 19h01

O juiz Luiz Antônio Bonat, da 13ª Vara Federal de Curitiba, levantou o sigilo das contas controladas pelo advogado Rodrigo Tacla Durán em um banco de Madri, na Espanha.

Essas contas já vinham sendo investigadas pelo Ministério Público Federal e foram alvo de pedido da defesa de Paulo Vieira de Souza, o Paulo Preto, que deseja ter acesso aos dados encontrados pela Justiça.

A ação investiga a lavagem de ao menos R$ 100 milhões obtidos em esquemas de corrupção de executivos da Odebrecht e da UTC contra a Petrobras.

Ex-advogado da Odebrecht, Durán vive na Espanha desde 2016, quando começou a ser investigado pela Lava-Jato.

Ele é acusado de ser o operador da empreiteira em repasses de propina no exterior.

 

Continua após a publicidade
Publicidade