Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Justiça autoriza retomada de sede do PROS por ala de Eurípedes

Casa está ocupada por dissidente que se autoproclamou presidente provisório da legenda

Por Mariana Muniz - 31 jan 2020, 19h29

Mais um capítulo da guerra pelo comando do PROS se desenrolou nesta sexta-feira. A Justiça do Distrito Federal autorizou que o fundador do partido, Eurípedes Júnior, retome a casa onde fica a sede da legenda, em Brasília.

O local foi ocupado desde o início de janeiro pelo grupo do ex-secretário de Comunicação do partido, Marcus Vinícius Holanda – que se declara presidente da comissão executiva nacional provisória.

Na decisão provisória, o juiz Hilmar Raposo Filho dá 48 horas para que os dissidentes desocupem o local de maneira voluntária. Caso a ocupação não ocorra, ele autoriza a emissão de mandado de reintegração de posse com uso, inclusive, de força policial.

Eurípedes é acusado pelo grupo de Marcos Vinícius de desviar verbas do Fundo Partidário e do Fundo Eleitoral. Mas o parlamentar tem o apoio oficial da bancada do partido no Congresso, além de continuar representando o PROS junto ao TSE.

Continua após a publicidade
Publicidade