Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Juíza cuja filha negociava decisões do STJ tira 60 dias de férias

Na prática, o ano de Maria do Carmo Cardoso chegou ao fim

A desembargadora Maria do Carmo Cardoso acusou o golpe, após VEJA revelar mensagens da filha dela, a advogada Renata de Araújo, mercadejando sentenças do STJ.

Integrante do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, em Brasília, a magistrada vai dar um tempo do trabalho. Um bom tempo, na verdade.

Ela vai usufruir, de uma tacada só, dos dois meses de férias a que tem direito por ano. Maria do Carmo para de trabalhar na próxima terça-feira e só retornará ao batente em dezembro, às vésperas do recesso do Judiciário.

Na prática, a magistrada só voltará a pegar no pesado para valer em 2018, tempo suficiente para cuidar da família.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. wilson de souza lima

    Precisa gastar a maior parte desse tempo que terá tentando cercar a filha, que, pelo que foi divulgado, vem sendo protagonista de seguidos rolos.

    Curtir

  2. Aproveitar esse tempo, investigar as decisões favoráveis que a filha criminosa vendia e cancelar tudo, providenciando novos e isentos julgamentos.

    Curtir

  3. Gilton Ferreira Silvério

    CADÊ A POLÍCIA FEDERAL DE BRASÍLIA ? ISTO É CASO PARA CADEIA E EM PAÍSES CIVILIZADOS É PRISÃO PERPÉTUA E NA CHINA É PENA DE MORTE — ESSA TURMA DO PODER JUDICIÁRIO NÃO TEM MEDO DA JUSTIÇA ATÉ ENTRAR EM CANA – VAMOS ACOMPANHAR ESSE CASO REVISTA VEJA ?

    Curtir