Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Jaques Wagner acusa Lava Jato de tentar incriminá-lo

Petista diz que busca e apreensão contra ex-diretor da Odebrecht tentou atingi-lo

Por Evandro Éboli - 26 ago 2019, 17h15

O senador e ex-governador da Bahia Jaques Wagner reagiu à ação da Lava Jato que buscou também atingi-lo. No mandado expedido para os endereços de Mauricio Ferro, ex-executivo da Odebrecht, há orientação para se buscar elementos comprometedores contra várias pessoas ligadas ao PT, incluído Wagner, como revelou o Radar.

“Causa estranheza que mandado de busca e apreensão contra um ex-executivo de uma empresa tenha escolhido alvos previamente, de pessoas que supostamente poderiam ser comprometidas. Isso explicita que, mais uma vez, parece que não há uma investigação de fatos, mas a tentativa de incriminar determinadas pessoas, o que é inaceitável” – afirmou Wagner em nota.

Publicidade