Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia e Mariana Muniz. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Jantar de Bolsonaro com empresários tem vinho caro e palavrões

Presidente também fez juras de amor a Paulo Guedes: 'Estou casado com Guedes. Se ele for embora, vou pedir pensão alimentícia'

Por Robson Bonin Atualizado em 9 abr 2021, 10h43 - Publicado em 9 abr 2021, 06h03

Nesse jantar com empresários da nata do PIB, Jair Bolsonaro ficou plenamente à vontade.

Discursou com muitos palavrões e agradou os convivas ao defender abertamente a permanência de Paulo Guedes no governo, apesar dos ataques da classe política no Congresso.

“Estou casado com Guedes. Se ele for embora, vou pedir pensão alimentícia”.

O anfitrião, Washington Cinel, caprichou na carta de vinhos. Serviu aos quase 30 convidados um tinto francês Château Angelus, safra 2010, que beira os 10.000 reais a botelha.

Leia também:

  • O longo caminho do centro para definir alternativa a Lula e Bolsonaro.
  • No pior momento da pandemia, as igrejas evangélicas permanecem lotadas.
  • Covid-19: mortes e internações caem entre vacinados, aponta levantamento exclusivo.
  • Janot está na mira do Supremo, do STJ e do Tribunal de Contas da União.
  • Acusações do passado envolvem ONG administrada por Flávia Arruda.
  • O mal dentro de casa: a rotina de violência que resultou na morte de Henry.
  • Com leilão de aeroportos, governo tem sopro de renovação na área econômica.
Continua após a publicidade
Publicidade