Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Janot: Com queda de Dilma, Temer assumiu protagonismo da Orcrim

Denúncia foi entregue na noite desta quinta (14)

Por Ernesto Neves Atualizado em 14 set 2017, 19h16 - Publicado em 14 set 2017, 18h46

Segundo o procurador-geral, Rodrigo Janot, o impeachment de Dilma Rousseff foi fundamental para que Michel Temer assumisse posição especial no desvio de recursos públicos.

Em trecho da denúncia entregue na noite desta quinta (14) ao Supremo Tribunal Federal, Janot afirma que Temer passou a liderar a organização criminosa instalada na cúpula do PMDB.

“O negócio escuso firmado com o grupo J&F é prova cabal de que a organização ora denunciada continuou suas atividades criminosas com o término do governo Dilma, sendo que desde então os integrantes do núcleo político do PMDB assumiram o protagonismo nessa organização, em especial Michel Temer, em razão de ser hoje o Chefe do Poder Executivo Federal”, escreveu.

  • Publicidade