Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Itens apreendidos da Bancoop estão há quase um ano com a PF

A Bancoop era a proprietária do Edifício Solaris, antes de repassá-lo a OAS

Por Pedro Carvalho 16 jan 2017, 16h32

A Cooperativa Habitacional dos Bancários (Bancoop) não aguenta mais esperar. A entidade foi até o juiz Sergio Moro e aproveitou alguns esclarecimentos para cobrar os itens apreendidos pela Polícia Federal em 27 de janeiro de 2016, quando cumprido um mandado de busca e apreensão. Até agora, os itens não foram devolvidos. 

A Bancoop é investigada no âmbito da Lava-Jato porque era proprietária do Edifício Solaris, no Guarujá (SP), antes de repassá-lo à OAS, após passar por dificuldades financeiras. O ex-presidente Lula e Marisa Letícia possuem uma cota de participação referente a um apartamento no local.

 

Publicidade