Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Ipea faz raio-x das organizações sociais no país

Repasses federais entre 2010 e 2018 atingiram quase 6,8 bilhões de reais.

Por Manoel Schlindwein Atualizado em 7 jan 2021, 11h38 - Publicado em 7 jan 2021, 14h32

O Brasil conta com 7.046 organizações da sociedade civil de interesse público (Oscips) e 1.114 organizações sociais (OSs), mostra um levantamento divulgado pelo IPEA no final de 2020. O instituto de pesquisa observou ainda que os repasses federais entre 2010 e 2018 somam 6,78 bilhões de reais. A região Sudeste reúne o maior número de organizações: 37,97% do total de OSs e 51,82% do total de Oscips.

Os pesquisadores observaram que as entidades atuam em oito grandes áreas: assistência social, associações patronais e profissionais, cultura e recreação, desenvolvimento e defesa de direitos e interesses, educação e pesquisa, saúde, religião e outras. O maior número de entidades se concentra na defesa de direitos e interesses, seguido da cultura.

As organizações sociais são instituições privadas, sem fins lucrativos, e que têm permissão para receber benefícios por meio de parcerias com o poder público, dotações orçamentárias ou isenções fiscais. Como lembra o estudo, as entidades devem desenvolver ações que precisam ser necessariamente de interesse coletivo da sociedade. O levantamento teve como referência os dados da Receita Federal, da Relação Anual de Informações Sociais (Rais) e do orçamento da União.

Publicidade