Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia e Mariana Muniz. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Investimentos voltam ao Amazonas

Wilson Lima editou novo texto estabelecendo um regime diferenciado de tributação para as operações de gás natural na Bacia do Amazonas

Por Pedro Carvalho 26 jun 2019, 11h04

Quase oito meses após decreto editado por Amazonino Mendes, que afugentou a indústria ao aumentar o ICMS do Amazonas de 12% para 25%, as empresas de petróleo e gás voltam a investir no Estado.

É que Wilson Lima, atual governador, editou novo texto estabelecendo um regime diferenciado de tributação para as operações de gás natural na Bacia do Amazonas.

Com a novidade, o governo já tem dois grandes projetos em pauta. O primeiro, da Eneva, irá gerar energia na Bacia do Amazonas, e o segundo, com a Rosneft, uma das maiores petrolíferas do mundo, irá gerar empregos na Bacia de Solimões.

Publicidade