Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Índios acionam Justiça contra madeireiros e grileiros na Amazônia

Os Karipuna, de Rondônia, ainda pedem que União e Funai sejam condenadas a restabelecer cobertura florestal das áreas degradadas

Por Robson Bonin 4 Maio 2021, 19h34

Representantes do povo indígena Karipuna entraram nesta terça com uma ação na Justiça Federal de Rondônia para garantir a proteção do território Karipuna, invadido por madeireiros e grileiros. Quase extintos na década de 1970, quando tiveram contato com a sociedade não indígena, os Karipuna se resumem a uma população de 60 pessoas e vivem em uma situação de eminente genocídio, segundo o MPF do estado.

Os pedidos feitos pelo povo Karipuna à Justiça direcionados à União e à Fundação Nacional do Índio vão no sentido de que efetivem, com urgência, a retirada dos invasores, a fiscalização e a vigilância da terra Karipuna, além da destruição de obras dos criminosos no interior da terra indígena, como poços, estradas, cercas e pastagens. Os indígenas demandam que essas ações sejam feitas em até 60 dias, sob pena de multa de 5.000 reais por dia de descumprimento.

Os Karipuna também solicitam que União e Funai sejam condenadas a restabelecer a cobertura florestal das áreas indevidamente degradadas e a criar um sistema permanente de proteção para a terra indígena, para impedir novas invasões e ações de degradação da terra demarcada.

Publicidade