Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Independentes desafinados

A super divulgada entrega do relatório paralelo da CPI do Cachoeira a Roberto Gurgel ganhou ares de novela. Prevista para a semana passada, acabou adiada para ontem e, no final da tarde, remarcada para a semana que vem (Leia mais em: Relatório paralelo). Não se sabe ainda se na terça-feira, data prevista da apresentação das […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 07h25 - Publicado em 14 nov 2012, 16h21

Randolfe: limite definido

A super divulgada entrega do relatório paralelo da CPI do Cachoeira a Roberto Gurgel ganhou ares de novela. Prevista para a semana passada, acabou adiada para ontem e, no final da tarde, remarcada para a semana que vem (Leia mais em: Relatório paralelo). Não se sabe ainda se na terça-feira, data prevista da apresentação das conclusões de Odair Cunha, ou na quarta.

A razão dos recuos: os integrantes do autodenominado grupo dos independentes – Miro Teixeira, Rubens Bueno, Randolfe Rodrigues, Onyx Lorenzoni e Pedro Taques – não estão afinados como anteriormente. Miro Teixeira já anunciou ser contra o encontro com Gurgel antes de Odair apresentar o relatório oficial (mais detalhes em: Fora do paralelo).

Agora, os demais divergem sobre pontos do conteúdo e o grau de contundência do texto final, principalmente em relação às suspeitas sobre Marconi Perillo. A tentativa de realinhar o discurso motivou o último cancelamento, ontem. Randolfe, porém, diz ter estabelecido um limite.

– De quarta-feira, não passa. Nem que eu tenha de ir sozinho à PGR.

Continua após a publicidade
Publicidade