Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Imagem roubada há 50 anos é recuperada e devolvida a igreja no Rio

Escultura do século XVIII foi encontrada em uma coleção particular em Belo Horizonte e representa Betsabá

Por Mariana Muniz Atualizado em 30 set 2020, 17h14 - Publicado em 30 set 2020, 16h39

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e a Polícia Federal recuperaram uma escultura roubada em 1974 e constava na lista de bens procurados pela Organização Internacional de Polícia Criminal (Interpol) desde 2016. A imagem representa Betsabá, que figura na Bíblia como esposa do rei Davi e mãe do rei Salomão, e foi retirada do acervo da Igreja Matriz de Nossa Senhora do Pilar, em Duque de Caxias, no Rio.

O paradeiro da obra começou a ser desvendado pela própria Mitra Diocesana de Duque de Caxias, instituição responsável pela Igreja do Pilar, quando a equipe de historiadores e restauradores da instituição identificou a imagem em um catálogo de obras de artes de uma coleção privada em Belo Horizonte.

A partir da suspeita, o Ministério Público e a PF foram acionados para dar início aos procedimentos de denúncia e investigação. A escultura de 1,20 metro remonta à primeira metade do século XVIII, e vinha sendo erroneamente atribuída a Aleijadinho — mas a autoria é desconhecida. A igreja do Pilar e todo o seu acervo foram tombados em 1938. 

Publicidade