Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Pedro Carvalho. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Grupo de Bivar vai demitir funcionários ‘dissidentes’ da liderança do PSL

Dos 118 lotados no local, metade é ligado ao grupo de deputados que está sendo punido pela direção do partido

Por Evandro Éboli - Atualizado em 10 dez 2019, 08h20 - Publicado em 10 dez 2019, 07h20

Turma do Luciano Bivar identificou que, dos 118 servidores lotados na liderança do partido, metade é ligada ao grupo de deputados não grato na legenda.

Foram indicados por aqueles parlamentes que foram suspensos pelo partido e que também vão responder no Conselho de Ética.

É demissão coletiva certa.

Publicidade