Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Governo prepara decreto para tirar exclusividade de diplomatas no MRE

O texto está sendo fechado entre os ministérios da Economia e o próprio Itamaraty

Por Evandro Éboli Atualizado em 12 jun 2020, 13h46 - Publicado em 12 jun 2020, 12h10

O governo prepara a publicação de um decreto que vai mexer na estrutura do Itamaraty e autorizar o chanceler Ernesto Araújo a contratar como assessor especial nomes de fora da carreira diplomática, o que hoje não é permitido.

ASSINE VEJA

Os desafios dos estados que começam a flexibilizar a quarentena O início da reabertura em grandes cidades brasileiras, os embates dentro do Centrão e a corrida pela vacina contra o coronavírus. Leia nesta edição.
Clique e Assine

O texto está sendo fechado entre os ministérios da Economia e as Relações Exteriores. O argumento para a mudança, segundo o Radar apurou, será o de permitir a Ernesto ter a seu lado gente de perfil técnico de áreas diversas.

O primeiro nome em vista é do executivo americano Gerald Brant, diretor de empresa nos EUA e muito próximo de Steve Bannon.

Publicidade