Clique e assine com até 92% de desconto
Radar Por Gabriel Mascarenhas (interino) Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Digitalização de serviços avança durante pandemia

Meta é chegar à oferta total dos serviços até o final de 2022.

Por Manoel Schlindwein Atualizado em 31 ago 2020, 19h43 - Publicado em 31 ago 2020, 18h32

Mais de 300 novos serviços digitais do governo federal foram oferecidos à população neste período da pandemia – mais precisamente, 310. É o equivalente a oferecer três novos serviços públicos digitais a cada 2 dias, desde março. Entre eles, estão o Auxílio Emergencial de 600 reais e o Seguro Desemprego de Empregado Doméstico, que têm impacto massivo.

A meta definida na Estratégia de Governo Digital é chegar à digitalização total dos serviços até o final de 2022. Neste momento, 60% dos 3.700 serviços do governo federal já podem ser solicitados online.

“O principal objetivo do governo digital é aproximar o cidadão do Estado e as tecnologias nos permitem enxergar melhor cada brasileiro, inclusive aqueles que sentem excluídos, para direcionar as políticas públicas de maneira muito mais ágil e eficiente e alcançar principalmente os que mais precisam”, ressalta o secretário de Governo Digital do Ministério da Economia, Luis Felipe Monteiro.

Publicidade