Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Governo Bolsonaro vai distribuir gel lubrificante íntimo a LGBTs

Objetivo do gasto de 4,8 milhões de reais é ajudar a "evitar infecção pelo HIV em práticas de sexo anal", diz documento do governo

Por Hugo Marques 4 mar 2020, 11h10

O Ministério da Saúde de Jair Bolsonaro vai gastar 4,8 milhões de reais na compra de “gel lubrificante íntimo incolor” para distribuir a gays, lésbicas, bissexuais, travestis e transexuais.

O objetivo do governo é tornar mais seguras as relações sexuais desse grupo de risco a infecção pelo vírus HIV. “Estima-se que cerca de 630.000 pessoas, entre 15 e 49 anos, vivam com aids no país”, diz o documento do governo que trata da compra dos lubrificantes sexuais.

Ao todo, deverão ser entregues ao público LGBT 60 milhões de sachês. “Se coloca o uso do gel lubrificante para ser utilizado em práticas de sexo anal, com alta vulnerabilidade para a infecção pelo HIV e outras IST”, justifica o ministério.

Segundo o governo, o uso do gel lubrificante contribui para dar maior confiança ao uso do preservativo, inclusive entre os portadores de HIV.

Continua após a publicidade
Publicidade