Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Conteúdo para assinantes

Governo Bolsonaro quer reverter privatização de estatal elétrica de Goiás

Ronaldo Caiado quer tirar a Celg das mãos da italiana Enel Brasil, que arrematou o negócio por 2,1 bilhões de reais, em 2016; Planalto já atuaria no caso

Por Robson Bonin - Atualizado em 30 Jul 2019, 16h37 - Publicado em 30 Jul 2019, 12h27

Ronaldo Caiado reuniu-se há pouco com o ministro da Secretaria de Governo da Presidência, Luiz Eduardo Ramos, para tratar da privatização da CELG Distribuição S.A. — a concessionária de energia que atende os 237 municípios de Goiás — durante o governo do tucano Marconi Perillo.

O governador goiano saiu do Planalto dizendo ter recebido aval do ministro Ramos para divulgar a informação de que o governo do presidente Jair Bolsonaro já articula a cassação da concessão da empresa italiana, que não estaria apresentando serviços satisfatórios. A ideia é abrir um novo processo para escolher um novo operador privado.

Em 2016, a estatal foi arrematada pela italiana Enel Brasil por 2,1 bilhões de reais no leilão de privatização na BMF&BOVESPA. O processo de desestatização foi gerido pelo Ministério de Minas e Energia, com apoio técnico do BNDES. Caiado tem reunião marcada para a tarde desta terça com Bento Albuquerque sobre o mesmo assunto.

Atualização:

Continua após a publicidade

A Enel Brasil afirma que não recebeu nenhuma notificação oficial do Governo Federal em relação à concessão de sua distribuidora em Goiás. E que desde que assumiu o controle da distribuidora, tem investido 3,5 vezes mais do que os níveis históricos anteriores à privatização, com melhorias significativas nos índices de qualidade medidos pela Aneel. “Desde então, o DEC (índice de duração média das interrupções de energia) e o FEC (índice de frequência média das interrupções) melhoraram 21% e 39%, respectivamente, melhores índices históricos da companhia.Como resultado desse plano de investimento, a Enel Distribuição Goiás recentemente foi premiada, pelo segundo ano consecutivo, como melhor distribuidora na categoria Evolução do Desempenho da Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica (Abradee). A Companhia continuará investindo na expansão da capacidade de energia e na modernização da rede elétrica para melhorar a qualidade do serviço em todo o Estado de Goiás”, diz a companhia.

Publicidade