Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

General que pede prisão de ministros do STF lidera comissão para Venezuela

General Girão defende métodos tão antidemocráticos quanto os de Hugo Chávez e Nicolás Maduro

Por Ernesto Neves Atualizado em 27 mar 2019, 18h09 - Publicado em 27 mar 2019, 16h02

O General Girão Monteiro (PSL-RN) é um dos nomes escolhidos para liderar a Comissão Externa da Câmara para tratar a crise da Venezuela.

A lista de parlamentares (veja o documento abaixo) inclui Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), Coronel Chrisóstomo (PSL-RO) e Delegado Waldir (PSL-GO).

“Possuo amplo conhecimento do tema por ter sido comandante do 7º Batalhão de Infantaria de Selva e da 1ª Brigada de Infantaria de Selva, ambos em Roraima”, disse Girão, num autoelogio feito ao anunciar a comissão. 

Em 2018, ele pediu a prisão dos ministros do STF como forma de moralizar Brasília. O ditador Nicolás Maduro deve ter achado o máximo.

Reprodução/Reprodução
Continua após a publicidade
Publicidade