Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Força-tarefa apura se provas foram ‘plantadas’ na Lava-Jato

A força-tarefa desconfia que uma série de provas coletadas durante buscas e apreensões em diferentes fases da Lava-Jato pode ter sido plantada para confundir os investigadores. Um dos documentos sobre os quais recai a suspeita é o contrato de compra e venda do sítio de Atibaia encontrado no apartamento do ex-presidente Lula, em São Bernardo. […]

Lula, Marisa e Dilma em São Bernardo

Lula, Marisa e Dilma em São Bernardo

A força-tarefa desconfia que uma série de provas coletadas durante buscas e apreensões em diferentes fases da Lava-Jato pode ter sido plantada para confundir os investigadores.

Um dos documentos sobre os quais recai a suspeita é o contrato de compra e venda do sítio de Atibaia encontrado no apartamento do ex-presidente Lula, em São Bernardo.

Diante das evidências, mostradas no grampo telefônico, de que Lula já esperava sofrer busca e até mesmo a condução coercitiva, procuradores e policiais federais acreditam que o documento pode ter sido plantado para justificar uma futura tentativa de regularizar a propriedade do imóvel.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s