Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Floriano ganha ao assumir missão pessoal de Bolsonaro

General vai enfrentar terreno hostil nos Correios

Ao assumir a missão de enfrentar o território hostil dos Correios para levar adiante o projeto de privatização da empresa, defendido por Jair Bolsonaro, o general Floriano Peixoto aparentemente perdeu poder no governo. Aparentemente.
Na avaliação de uma fonte graduada do Planalto, Floriano deixou a Secretaria-Geral da Presidência, mas ganhou vários pontos com o presidente. Se for bem sucedido na empreitada, deve sair ainda mais forte no governo.
Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. José Oliveira Martins

    Na minha humilde opinião o Governo deveria privatizar toda e qualquer empresa pública. Cabe ao Governo administrar a Nação e não ser comerciante/varejista entravando o mercado e a concorrência ao prestar serviços acima do valor médio internacional e ainda por cima mal feito. Simples assim.

    Curtir