Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Fatura mineira, prejuízo capixaba

O imbróglio envolvendo a candidatura do PSB ao governo de Minas Gerais tem tudo para comprometer as pretensões do partido em outra praça, o Espírito Santo, onde Renato Casagrande disputa a reeleição. A Executiva estadual da sigla decidindo lançar candidato próprio, em vez de apoiar o tucano Pimenta da Veiga, deve se preparar para uma […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 03h36 - Publicado em 27 jun 2014, 14h03
Ameaça vinda de Minas

Ameaça vinda de Minas

O imbróglio envolvendo a candidatura do PSB ao governo de Minas Gerais tem tudo para comprometer as pretensões do partido em outra praça, o Espírito Santo, onde Renato Casagrande disputa a reeleição.

A Executiva estadual da sigla decidindo lançar candidato próprio, em vez de apoiar o tucano Pimenta da Veiga, deve se preparar para uma possível retaliação.

Os correligionários de Eduardo Campos já foram avisados pela turma de Aécio Neves: sem o apoio a Pimenta da Veiga, o PSDB tem tudo para abandonar Renato Casagrande e migrar rumo ao palanque do seu adversário, Paulo Hartung, do PMDB.

Continua após a publicidade
Publicidade