Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Fatores que pesam para Nabor Bulhões assumir ou não defesa de Flávio

Jurista foi procurado por interlocutores do senador e do Planalto

Por Evandro Éboli Atualizado em 20 jun 2020, 13h37 - Publicado em 20 jun 2020, 13h45

Sondado e convidado para assumir a defesa de Flávio Bolsonaro na Justiça, o renomado Nabor Bulhões colocou aos interlocutores que o procuraram, do senador e do Planalto, suas ponderações.

Nabor, que atuou no caso Collor-PC Farias, entre outras histórias rumorosas, coloca alguns pontos na balança, segundo um desses interlocutores: 1) a defesa de Flávio é complexa e exige absorção em tempo integral, quase exclusiva; 2) o caso está centrado no Rio de Janeiro, e essa questão logística é fator considerado. O advogado está fixado em Brasília; 3) já cuida de muitos processos, inclusive no exterior; 4) diferente dos casos que assumiu no passado, dessa vez há uma velocidade da informação nas redes.

Seu trânsito nos tribunais superiores levou a família Bolsonaro e auxiliares a chegar no nome de Nabor Bulhões, que deve dar sua resposta, no máximo, até início da semana.

Publicidade