Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Fachin ouve PGR e Moraes antes de decidir sobre Weintraub

Ministro é relator do pedido do governo para barrar depoimento do ministro da Educação

Por Mariana Muniz Atualizado em 28 Maio 2020, 14h06 - Publicado em 28 Maio 2020, 14h04

Relator do habeas corpus apresentado pelo governo de Jair Bolsonaro ao Supremo Tribunal Federal (STF) em nome do ministro da Educação, Abraham Weintraub, e demais alvos do inquérito que apura a disseminação de notícias falsas, o ministro Edson Fachin já começou a atuar.

Em despacho dado há pouco, Fachin deu 24 horas para que o ministro Alexandre de Moraes “apresente as informações que entender pertinentes” e que a PGR se manifeste.

“Tendo em vista a relevância da matéria, oficie-se à autoridade coatora, Ministro Alexandre de Moraes, relator do Inquérito n.º 4.781, a fim de que apresente as informações que entender pertinentes, e, abra-se vista à Procuradoria-Geral da República, para se manifestar no prazo de até 24 horas”, determinou.

Publicidade