Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

STF inclui partido de Jefferson em ação contra inquérito das fake news

Ministro também negou pedido da Rede para desistir de ação contra inquérito que investiga bolsonaristas

Por Mariana Muniz - Atualizado em 2 Jun 2020, 20h15 - Publicado em 2 Jun 2020, 20h10

O ministro Edson Fachin, do STF, autorizou a entrada do PTB, partido de Roberto Jefferson, na a ação que questiona a validade do inquérito sobre fake news e ofensas a ministros da Corte. O ministro também negou pedido da Rede para desistir de ação contra inquérito que investiga bolsonaristas.

Roberto Jefferson foi um dos alvos da operação da PF deflagrada na última quarta-feira no âmbito do inquérito das fake news. 

“3. Diante do exposto: a) indefiro o pedido de desistência; b) indefiro o pedido de intervenção de terceiro e o ingresso de bancada parlamentar como amicus curiae; c) defiro o pedido de ingresso do diretório do PTB como amicus curiae , facultando-lhe a apresentação de informações, memoriais escritos nos autos e de sustentação oral por ocasião do julgamento da presente ação. À Secretaria para as anotações necessárias”, decidiu Fachin.

A ação sobre a validade do inquérito já está com julgamento marcado para acontecer no plenário da Corte no próximo dia 10.

Publicidade