Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Ex-governador da Paraíba Ricardo Coutinho é denunciado pela sexta vez

Investigado na Operação Calvário, Coutinho é apontado como líder da organização criminosa

Por Mariana Muniz Atualizado em 23 jul 2020, 17h57 - Publicado em 23 jul 2020, 17h37

O Ministério Público da `Paraíba denunciou nesta quinta-feira, pela sexta vez, o ex-governador do estado Ricardo Coutinho por envolvimento nos fatos investigados pela Operação Calvário. A prefeita da cidade paraibana de Conde, Márcia Lucena, também foi denunciada.

Coutinho é apontado como líder da organização criminosa que solicitava e recebia propina do empresário Daniel Gomes da Silva. A denúncia diz respeito à implementação do suposto esquema de vantagens ilícitas a partir de um hospital municipal do município paraibano, que passou a ser operado pela Cruz Vermelha Brasileira. 

Segundo o MP, Coutinho teria “ocultado e dissimulado a natureza, origem, localização, disposição, movimentação e propriedade de valores provenientes, diretamente, de infração penal”. Os investigadores afirmam que o lucro dessa atuação ilícita foi lavado por meio de aportes para Márcia Lucena.

“Tais valores inicialmente somariam R$ 100.000,00, mas as provas dos autos demonstram que foram bem superiores”, diz a denúncia.

A promotoria acusa Coutinho de ter “influenciado diretamente” a prefeita da cidade nas fraudes, e apresentou à Justiça registros de uma conversa gravada por uma escuta ambiental entre Daniel Gomes, Márcia Lucena e Livânia Farias, também denunciada. 

Continua após a publicidade
Publicidade