Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

‘Estratégia será obstruir’, diz Randolfe sobre farra de partidos no Senado

Se projeto for aprovado, 'principal vítima será a transparência do uso do dinheiro público pelos partidos políticos', diz senador

Por Robson Bonin - 17 Sep 2019, 12h15

Líder da oposição no Senado, Randolfe Rodrigues (Rede) promete atuar para impedir que Davi Alcolumbre e os demais integrantes da base de Jair Bolsonaro no Senado aprovem o projeto de lei que libera farra inédita dos partidos com recursos públicos (entenda em Bonde da alegria).

“Se aprovado, a principal vítima será a transparência do uso do dinheiro público pelos partidos políticos”, diz Randolfe. “Ao retroceder na padronização das prestações de contas implementada pela Justiça Eleitoral desde 2017, os partidos ficarão liberados a usar qualquer sistema de gestão contábil, dificultando o controle social e as auditorias”, complementa.

Publicidade