Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia e Mariana Muniz. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Enviado especial

Na semana passada, um enviado de Marina Silva sentou-se para conversar com FHC. E sugeriu que marinistas e tucanos fizessem uma trégua mútua. E centrassem fogo apenas no governo. É improvável que tenha tido sucesso na abordagem. Aécio hoje precisa bater em Marina, ainda que de modo delicado.

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 03h13 - Publicado em 25 ago 2014, 16h17
Contrária ao apoio a Alckmin

Marina: emissário a FHC

Na semana passada, um enviado de Marina Silva sentou-se para conversar com FHC. E sugeriu que marinistas e tucanos fizessem uma trégua mútua. E centrassem fogo apenas no governo. É improvável que tenha tido sucesso na abordagem. Aécio hoje precisa bater em Marina, ainda que de modo delicado.

Publicidade