Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Entenda o rito da tramitação do impeachment

O parecer de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) recebendo o pedido de impeachment contra Dilma Rousseff tem de ser lido em plenário. Feito isso, cabe aos líderes dos partidos indicar membros para a comissão especial que vai analisar se abre ou não o processo. Dilma terá dez sessões para se defender na comissão, que, depois, tem cinco […]

Por Da Redação Atualizado em 30 jul 2020, 23h58 - Publicado em 2 dez 2015, 19h15
Impeachment: como é a tramitação

Impeachment: como é a tramitação

O parecer de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) recebendo o pedido de impeachment contra Dilma Rousseff tem de ser lido em plenário.

Feito isso, cabe aos líderes dos partidos indicar membros para a comissão especial que vai analisar se abre ou não o processo.

Dilma terá dez sessões para se defender na comissão, que, depois, tem cinco sessões para proferir seu parecer.

Em duas sessões, o parecer tem de ser votado em plenário. Para ser aberto o processo de impeachment são necessários os votos de 2/3 dos deputados (342).

Se for aprovado, o pedido segue para o Senado, que é a Casa que efetivamente processa a presidente. Mas ela é afastada do cargo enquanto o pedido é analisado.

Continua após a publicidade
Publicidade