Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Endurecendo as regras

A Anvisa quer alterar a legislação para ampliar sua capacidade de fiscalização na propaganda de medicamentos e de alimentos. A relação entre médicos e laboratórios – muitas vezes, para lá de promíscua – é um dos alvos da agência. Na outra ponta, a ideia é atacar as campanhas de alimentos voltadas ao público infantil. O […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 06h03 - Publicado em 11 jun 2013, 07h02

Mudança na legislação à vista

A Anvisa quer alterar a legislação para ampliar sua capacidade de fiscalização na propaganda de medicamentos e de alimentos. A relação entre médicos e laboratórios – muitas vezes, para lá de promíscua – é um dos alvos da agência.

Na outra ponta, a ideia é atacar as campanhas de alimentos voltadas ao público infantil.

O mais provável é que sejam enviados ao Congresso dois projetos de lei diferentes.

No que dirá respeito a remédios, a Anvisa pretende proibir representantes de laboratórios de entregar presentinhos e bancar viagens de médicos a eventos e conferências de área, prática extremamente comum atualmente.

As doações de amostras grátis de medicamentos em consultórios também deverá ser limitada pela agência.

Enquanto os projetos não saem do papel, a Anvisa deverá produzir um guia de orientações a serem seguidas nas propagandas, tanto de alimentos quanto na de remédios.

Continua após a publicidade

Publicidade