Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Empresas brasileiras reduziram importações na pandemia — veja números

Para 26% das impactadas, a queda no valor importado foi superior a 50%.

Por Manoel Schlindwein Atualizado em 6 jul 2020, 11h50 - Publicado em 6 jul 2020, 11h32

Uma pesquisa aponta que entre as empresas importadoras brasileiras, 70% foram afetadas negativamente pela pandemia do coronavírus nos meses de abril e maio. Para 26% das impactadas, a queda no valor importado foi superior a 50% nos últimos 30 dias.

China e Estados Unidos representam os mercados mais citados pelas empresas na redução de compras. As compras de produtos chineses caíram 58% enquanto os americanos recuaram 29%.

ASSINE VEJA

Governo Bolsonaro: Sinais de paz Leia nesta edição: a pacificação do Executivo nas relações com o Congresso e ao Supremo, os diferentes números da Covid-19 nos estados brasileiros e novas revelações sobre o caso Queiroz
Clique e Assine

Na projeção para os próximos 60 dias, o percentual das importadoras afetadas negativamente cai praticamente pela metade (36%).

Os dados são de uma consulta da CNI entre os dias 02 e 10 de junho e avaliou os dados referentes a abril e maio de 197 empresas internacionalizadas (exportadoras, importadoras ou com investimentos no exterior).

Continua após a publicidade

Publicidade