Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

‘Empreendedorismo de necessidade’ eleva número de empresas no Rio

Em maio foram 5.308 novas empresas abertas no estado

Por Lucas Vettorazzo Atualizado em 1 jul 2021, 16h41 - Publicado em 1 jul 2021, 16h40

Há quatro meses que o Rio tem batido recordes sucessivos de abertura de novas empresas. 

Em maio, último dado disponível, foram 5.308 novas companhias abertas no estado. Se à primeira vista a informação parece boa notícia, ela pode esconder uma distorção, segundo avaliação do Conselho Regional de Contabilidade do Rio. 

De acordo com a entidade, o aumento no número de novas empresas tem origem na piora do mercado de trabalho. 

A alta seria, na avaliação do conselho, reflexo do chamado “empreendedorismo de necessidade”, que é quando trabalhadores formais que perderam seus empregos buscam investir em empreendimentos de porte pequeno para sobreviver ao momento de dificuldade. 

Continua após a publicidade
Publicidade