Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Em vídeo, Queiroga desfaz nova cortina de fumaça de Bolsonaro na pandemia

De máscara, o ministro da Saúde disse que o presidente pediu que a pasta fizesse um estudo sobre o uso das máscaras

Por Gustavo Maia Atualizado em 10 jun 2021, 20h14 - Publicado em 10 jun 2021, 20h03

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, gravou e divulgou agora há pouco um vídeo no qual desfez a cortina de fumaça lançada pelo presidente Jair Bolsonaro mais cedo. Como antecipou o Radar, ele disse que a pasta fará um estudo sobre o uso de máscaras, esvaziando o que disse o chefe.

“Recebi do presidente Bolsonaro hoje uma solicitação para fazer um estudo acerca do uso das máscaras. O presidente está muito satisfeito com o ritmo da campanha de vacinação no Brasil, da chegada de novas doses, da distribuição de mais de 100 milhões de doses de vacina. O presidente acompanha o cenário internacional e vê que outros países onde a campanha de vacinação já avançou, as pessoas já estão flexibilizando o uso das máscaras”, disse Queiroga, de máscara, em gravação antes de embarcar rumo a São Paulo.

“O presidente me pediu que fizesse um estudo para avaliar a situação aqui no Brasil. Então vamos atender essa demanda do presidente Bolsonaro, que está sempre preocupado com pesquisas em relação à Covid. Tanto que estamos fazendo pesquisas na área das vacinas, transferência de tecnologia da AstraZeneca para a Fiocruz, enfim, para trazer um cenário mais favorável para a população brasileira”, complementou o ministro.

A fala é bem diferente do que disse o presidente, durante evento no Palácio do Planalto, dirigindo-se aos jornalistas presentes:

“Olha a matéria pra imprensa amanhã, vou dar matéria pra vocês aqui… Acabei de conversar com um tal de Queiroga, não sei se vocês sabem quem é, nosso ministro da Saúde. E ele vai ultimar um parecer visando a desobrigar o uso de máscara por parte daqueles que estejam vacinados ou que já foram contaminados, para tirar essa… [exibe uma máscara cirúrgica] esse símbolo, que obviamente tem a sua utilidade para quem está infectado”.

Continua após a publicidade
Publicidade