Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Em um setor, política estatizante de Pimentel foi mantida em Minas

Continuidade no setor de prestação de serviços integrados

Por Da Redação 9 jan 2019, 15h31

Apesar da orientação pró-mercado do governo de Romeu Zema, ao menos em um setor a política estatizante do governo anterior, do petista Fernando Pimentel, ganhou força em Minas Gerais: a da prestação de serviços integrados, os chamados UAI.

Dagmar Dutra, egressa da gestão petista, vai continuar à frente das Unidades de Atendimento Integrado, que emitem carteiras de identidade, de trabalho e de motorista.

No período em que Dagmar foi subsecretária de logística, o quadro da Unidade Praça Sete, a maior do estado, por exemplo, alcançou o número de 480 servidores, contra 250 do concessionário privado.

Publicidade