Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Em plena pandemia, governo prepara 7 de setembro para 20 mil na Esplanada

Planejamento do evento com público digno de estádio de futebol vem sendo discutido em reuniões entre diferentes esferas de governo

Por Robson Bonin - Atualizado em 10 jul 2020, 09h37 - Publicado em 10 jul 2020, 06h02

Como se não houvesse pandemia e quase 70.000 brasileiros mortos pelo coronavírus no país, o Planalto segue a todo vapor nos preparativos da “festa cívica” de 7 de setembro.

Diferentes esferas de governo estão envolvidas numa sequência de reuniões para organizar cada detalhe do evento. O plano, acredite, prevê estrutura para 20.000 pessoas na Esplanada.

ASSINE VEJA

Vacina contra a Covid-19: falta pouco Leia nesta edição: os voluntários brasileiros na linha de frente da corrida pelo imunizante e o discurso negacionista de Bolsonaro após a contaminação
Clique e Assine

No ano passado, como mostrou o Radar, o mesmo evento custou 1,2 milhão de reais, com a diferença de que o governo não convivia com as incertezas da maior tragédia do nosso tempo.

Ao Radar, técnicos do governo que participam das reuniões ministeriais para discutir os detalhes da festa admitem perplexidade com o fato de nenhum integrante do Planalto cogitar cancelar o desfile. “Uma aglomeração desse tamanho é risco para quem assiste e quem desfila”, diz um interlocutor do governo.

Publicidade