Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Em convenção, mesa paulista irrita tucanos de outros estados

Arthur Virgílio era o único político de fora de São Paulo que ocupou uma cadeira de destaque desde o início do evento

A convenção do PSDB transcorreu no sábado sem surpresa alguma. Geraldo Alckmin assumiu a presidência, Aécio Neves foi vaiado e o partido mais uma vez deu sinais de que são os paulistas que mandam.

Num primeiro momento, o único tucano fora de fora de São Paulo que compunha a mesa era Artur Virgílio.

Isso porque ele exigiu uma cadeira de destaque, sob argumento de que, como pré-candidato à presidência da República, merecia o mesmo tratamento dado a Alckmin.

Nas demais poltronas, sentaram-se lado a lado o governador paulista; Fernando Henrique Cardoso, João Doria e Alberto Goldman.

Uma excelência mais sensível percebeu que estava pegando mal. Foram, então, convidados a subir à mesa Marconi Perillo e Tasso Jereissati.

Um tucano resume: “O PSDB não aprende. No início, estava como sempre: São Paulo em cima e o resto do Brasil embaixo”.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s