Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Eduardo Leite chama Bolsonaro de mentiroso: ‘muito fala e pouco governa’

Presidente acusou o governador de colocar salários de servidores em dia e esquecer de cuidar da saúde; gaúcho desafiou Bolsonaro a provar

Por Robson Bonin 9 mar 2021, 08h31

Governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite não perdeu a oportunidade criada por Jair Bolsonaro, ao acusar o prefeito, veja só, de colocar em dia salários de servidores no estado supostamente com dinheiro da saúde. “Tem estado como o Rio Grande do Sul que estava três meses atrasado com a folha de pagamento. O governador Leite colocou em dia o salários e se esqueceu da saúde”, disse Bolsonaro na Band.

Além de desafiar Bolsonaro a mostrar dados que confirmem a fala, classificada por Leite de “mentira de quem muito fala e pouco governa”, o governador gaúcho aproveitou para lembrar o presidente que a saúde financeira do estado foi colhida à custa de uma dura e ampla reforma da previdência e de uma reforma administrativa que cortou benefícios de servidores públicos.

“Os salários dos servidores foram colocados em dia no Rio Grande do Sul porque nós tivemos a coragem de fazer as mais profundas reformas do funcionalismo nos últimos 30 anos. Diminuímos em mais de 700 milhões de reais a despesa com folha de pagamentos fazendo a mais consistente reforma da previdência entre todos os estados e uma reforma administrativa que cortou vantagens e benefícios de servidores de todos os poderes, como o senhor presidente da República não teve coragem de fazer no plano federal”, diz Leite.

 

Continua após a publicidade
Publicidade