Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Defensoria Pública da União contra a Reforma da Previdência

A Previdência está na mira da Defensoria Pública

Não é de hoje que a Defensoria Pública da União é contrária a Reforma da Previdência. Por isso, no próximo dia 25 será realizada uma audiência pública na sede da entidade, em Brasília, a fim de discutir as propostas da reforma. Associações que representam servidores públicos e todos os sindicatos do Distrito Federal serão convidados.

Não é para menos: a classe está em polvorosa com as mudanças. Eles reclamam que os servidores públicos serão os maiores prejudicados por alterações no regime da previdência.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Antonio Carlos Dos Santos

    Os maiores prejudicados hoje, são os demais trabalhadores da iniciativa privada! Se desde sempre houvesse a contrapartida dos servidores publicos, talvez não fosse necessária essa reforma. Me parece que a Defensoria Publica da União defende somente aqueles que até então são privilegiados!

    Curtir

  2. Serão os maiores prejudicados porque hoje são os maiores beneficiados. Simples assim. Estão apenas advogando em causa própria, o mesmo que fazem os políticos . Não estão nem aí se a lei é boa ou não para o país. Se é necessária ou não para o pais Enquanto houver esse corporativismo sindical no Brasil seremos uma república de bananas .

    Curtir

  3. Lógico que serão os maiores prejudicados!Afinal foram sempre os maiores beneficiados!Isso eles não enxergam não!Faca na barriga dos outros não dói!!!!Falta a reforma incluir os malditos políticos e os militares!Não adiantam gritar agora,não!Onde todo mundo estava enquanto o PT quebrava e roubava o país???dormindo?Não!Muitos estavam mamando,agora a chiadeira é geral!!!

    Curtir

  4. Gustavo Henrique

    tomara que sim, já que o cidadão comum não aguenta pagar esses salarios de marajas e serviço indiano

    Curtir

  5. Geroldo Zanon

    E os aposentados pelo INSS já estão ganhando uma fortuna

    Curtir

  6. Vitrinetrin Trin

    Leonardo Freitas, melhor comentário!

    Curtir