Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Doria já soma R$ 96 milhões em doações para bancar vacina em SP

Empresariado abriu o cofre para ajudar o Instituto Butantan a dobrar sua capacidade de produção

Por Robson Bonin 30 jul 2020, 16h25

Na edição de VEJA da semana passada, o Radar mostrou como João Doria havia iniciado a corrida por doações junto ao empresariado de São Paulo para reunir os 120 milhões de reais necessários ao financiamento da produção da vacina contra o coronavírus. A Ambev, com 10 milhões de reais, havia feito a primeira contribuição.

Em uma semana, Doria chegou a 96 milhões de reais em doações. Falta pouco para que o Instituto Butantan possa dobrar sua capacidade de produção da vacina contra a Covid-19.

A vacina Coronavac já tem assegurada a produção de 120 milhões de unidades pelo Instituto Butantan. A meta de Doria é dobrar essa capacidade para 240 milhões de vacinas.

 

Continua após a publicidade

Publicidade