Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Dívida milionária

Uma perícia pedida pela Justiça do Rio de Janeiro avaliou em 32 milhões de reais o valor devido pelo Escritório Central de Arrecadação e Distribuição a Francisco Rezek, ex-ministro do STF. Rezek atuou como advogado do Ecad no processo contra a TV Globo e, desde o ano passado, questiona judicialmente os honorários pagos pela entidade. […]

Por Da Redação - Atualizado em 11 fev 2017, 12h51 - Publicado em 26 abr 2015, 10h01
Em litígio contra ex-advogado

Em litígio contra ex-advogado

Uma perícia pedida pela Justiça do Rio de Janeiro avaliou em 32 milhões de reais o valor devido pelo Escritório Central de Arrecadação e Distribuição a Francisco Rezek, ex-ministro do STF. Rezek atuou como advogado do Ecad no processo contra a TV Globo e, desde o ano passado, questiona judicialmente os honorários pagos pela entidade. As duas partes discordam do valor determinado pela perícia.

A propósito, os dois lados buscaram reforços de pesos para ganhar a disputa nos tribunais. Enquanto o Ecad contratou Eros Grau para assessorá-lo, Rezek tem Ellen Gracie ao seu lado — ambos, ex-ministros do STF.

Publicidade