Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Discurso de Bolsonaro na ONU piorou situação do Brasil, diz Datena

Genocida ocupou tribuna da ONU pela primeira vez, diz Ciro Gomes

Por Robson Bonin 23 set 2021, 10h58

José Luiz Datena detonou há pouco a passagem de Jair Bolsonaro pela ONU. Em conversa com Ciro Gomes, o apresentador, que é presidenciável do PSL, avaliou as contradições do presidente na principal tribuna diplomática do planeta.

“Errei basicamente no tempo que o Bolsonaro iria falar. Disse que ele falaria cinco minutos, mas, para azar do Brasil, ele falou onze minutos. Era o pior lugar para fazer aquele discurso, fora de hora e local, falando para o mundo como se estivesse falando para o Brasil e isso só piorou essa barreira invisível de embargo econômico com o Brasil, essa má vontade com o Brasil. Ele elogia a China no Brics e mete o pau no comunismo na ONU? E uma série de outros impropérios no discurso”, disse Datena.

Ciro Gomes não perdeu a levantada de bola de Datena: “Pela primeira vez na história, um genocida discursou na tribuna da ONU para defender armas (remédios do tratamento precoce) com as quais ele praticou o assassinato em massa do seu próprio povo”.

Publicidade