Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Diretor de Meio Ambiente do Itamaraty nega isolamento do Brasil na COP26

'Se não houver um acordo em Glasgow vai ser ruim para o país', diz Leonardo Cleaver de Athayde

Por Robson Bonin Atualizado em 27 out 2021, 09h55 - Publicado em 27 out 2021, 14h30

Diretor do Departamento de Meio Ambiente do Ministério de Relações Exteriores, Leonardo Cleaver de Athayde falou recentemente no Senado sobre os desafios do governo na Conferência das Nações Unidas sobre Mudança do Clima, que ocorrerá em Glasgow, na Escócia, de 31 de outubro a 12 de novembro.

O diretor disse aos senadores que o governo brasileiro tem todo o interesse em pavimentar um acordo na conferência. “Temos margem de manobra, sim, e pretendemos ser mais flexíveis, inclusive. Essa narrativa de que o Brasil estaria isolado é completamente falsa. Se não houver um acordo em Glasgow vai ser ruim para o país”, afirmou o ministro.

Como o Radar mostrou, o presidente Jair Bolsonaro, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, e até mesmo o chanceler Carlos França não irão a Glasgow. Pode ser que o governo esteja empenhado, mas só na parte técnica da administração.

Até colegas de Cristina consideram uma temeridade a ministra que comanda o agronegócio faltar ao evento que discute a sustentabilidade global.

Continua após a publicidade

Publicidade