Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Dirceu, ministro da Justiça

Gleisi Hoffmann senta-se no Palácio do Planalto para uma reunião com cerca de trinta deputados, integrantes da bancada ruralista da Câmara, na quinta-feira passada. Ao seu lado, outros integrantes do governo: José Eduardo Cardozo, Pepe Vargas. Antônio Andrade e Luís Inácio Adams. Gleisi começa sua explanação apresentando os ministros, mas, logo no primeiro, escorrega feio e […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 05h23 - Publicado em 17 set 2013, 18h23

Antigos colegas de governo

Gleisi Hoffmann senta-se no Palácio do Planalto para uma reunião com cerca de trinta deputados, integrantes da bancada ruralista da Câmara, na quinta-feira passada. Ao seu lado, outros integrantes do governo: José Eduardo Cardozo, Pepe Vargas. Antônio Andrade e Luís Inácio Adams.

Gleisi começa sua explanação apresentando os ministros, mas, logo no primeiro, escorrega feio e confunde-se:

– Aqui o Ministro da Justiça, José Dirceu… Quer dizer, José Eduardo Cardozo.

Em tempos de reta final do mensalão e alta tensão petista com o futuro dos companheiros acusados de formação de quadrilha, pode-se imaginar o constrangimento instaurado depois da gafe. A turma, porém, não passou recibo. Engoliu seco, em silêncio, e segue o jogo.

Continua após a publicidade
Publicidade