Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia e Mariana Muniz. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Deputados pedem Força Nacional em PE: ‘mais grave que no Rio’

Estado vive escalada de violência

Por Ernesto Neves Atualizado em 20 set 2017, 16h24 - Publicado em 20 set 2017, 15h29

A bancada de oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) protocolou, nesta quarta (20), pedido para que o governador do estado, Paulo Câmara (PSB) convoque a Força Nacional para combater a escalada de crimes.

Liderado pelo deputado Silvio Costa Filho (PRB), o pedido inclui ainda mais nove parlamentares do PT, PSol, Podemos, PSL e PSD.

“A oposição entende que as ações apresentadas pelo Governo do Estado, até aqui, não surtiram efeito diante do atual quadro de insegurança vivido pelo povo pernambucano e, por isso, é necessário a apresentação de ações concretas e de um plano de emergência de enfrentamento à violência”, afirmam.

No documento, os deputados explicam que, só nos oito primeiros meses do ano, os crimes violentos dispararam 35%.

“Foram 3.735 assassinatos, 84.358 crimes violentos contra o patrimônio e 21.125 casos de violência doméstica”, escreveram.

Os parlamentares também comparam a situação de Pernambuco com o Rio, estado que está sob patrulha da Força Nacional.

“Nos últimos 12 meses, Pernambuco registrou 56,9 homicídios por grupo de 100 mil habitantes, situação mais grave que a do Rio de Janeiro, que no mesmo período registrou 40 homicídios por 100 mil habitantes”.

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade