Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Deputado do PT quer proibir confisco de cobertores dos moradores de rua

Depois da polêmica envolvendo Fernando Haddad e o confisco de cobertores de moradores de rua, o próprio PT decidiu contra-atacar para tentar se livrar da péssima imagem que ficou após a morte de pessoas desabrigadas que viviam em São Paulo. Nesta terça-feira, o deputado Nilto Tatto resolveu apresentar um projeto de lei na Câmara para […]

Por Da Redação Atualizado em 30 jul 2020, 22h20 - Publicado em 6 jul 2016, 08h01
Haddad: tema delicado

Casa de ferreiro…

Depois da polêmica envolvendo Fernando Haddad e o confisco de cobertores de moradores de rua, o próprio PT decidiu contra-atacar para tentar se livrar da péssima imagem que ficou após a morte de pessoas desabrigadas que viviam em São Paulo.

Nesta terça-feira, o deputado Nilto Tatto resolveu apresentar um projeto de lei na Câmara para criar o Estatuto Nacional de Direitos para a População em Situação de Rua.

Além de tentar garantir um sistema de assistência básico para pessoas nesta situação, o projeto proíbe o confisco de itens e pertences pessoais, citando especialmente cobertores e documentos.

(Atualização – A assessoria de Tatto disse ao Radar que o projeto não está ligado à imagem do PT após os incidentes em São Paulo. Em nota, disse que o deputado é membro da Comissão de Direitos Humanos da Câmara e se sento no dever de contribuir para minimizar o sofrimento da população em situação de rua.)

Continua após a publicidade

Publicidade