Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Deputado cita medalha de Rayssa para defender trabalho infantil

A "Fadinha do skate", de 13 anos, ganhou a prata nas Olimpíadas de Tóquio nesta segunda-feira

Por Gustavo Maia 26 jul 2021, 12h13

O deputado federal Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ) foi às redes sociais na madrugada desta segunda-feira para dar os parabéns a Rayssa Leal, conhecida como a “Fadinha do skate”, “que aos 13 anos trouxe a medalha de prata!!!”. Pouco depois, o parlamentar aproveitou o feito da atleta para defender o trabalho infantil e a mudança no Estatuto da Criança e do Adolescente.

“As crianças brasileiras de 13 anos não podem trabalhar, mas a skatista Rayssa Leal ganhou a medalha de prata na Olimpíadas… Ué! É pra pensar… Parabéns a nossa medalhista olímpica! E revisão do Estatuto da Criança e Adolescente já!”, escreveu Cavalcante, que será o presidente da bancada evangélica na Câmara a partir do ano que vem.

Há pouco, o deputado voltou ao Twitter para citar o artigo 60 do ECA, que determina a proibição de “qualquer trabalho a menores de quatorze anos de idade”.

“Eu defendo a revisão deste artigo no Estatuto da Criança e Adolescente, se atentem para a palavra QUALQUER no texto da lei”, justificou-se.

Continua após a publicidade

Publicidade