Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Deputado bolsonarista aciona PGR contra peça sobre ‘matar presidente’

Em ação apresentada à PGR, Otoni de Paula afirma que há incentivo de violência contra Bolsonaro

Por Mariana Muniz Atualizado em 2 mar 2021, 09h31 - Publicado em 1 mar 2021, 15h51

O deputado federal Otoni de Paula (PSC-RJ) acionou a Procuradoria Geral da República (PGR) para impedir a encenação virtual da peça “Precisamos matar o presidente”, do diretor e ator Davi Porto.

Em notícia-crime protocolada nesta segunda-feira, o o parlamentar pede que seja instaurado um inquérito contra o grupo carioca de teatro Blabonga, para apurar suposto crime de incitação à violência contra Jair Bolsonaro.

“A peça “Precisamos Matar o Presidente”, inspirada no Presidente Bolsonaro e orbitando em torno de sua pessoa e atos, não é ingênua nem inócua. O conteúdo ofensivo e disseminador de ódio contra o mandatário da país pode inspirar a outros Adélios”, diz o deputado na notícia-crime.

Mas em entrevistas de divulgação do espetáculo, o diretor Davi Porto tem declarado que “a ideia não é matar o presidente. A ideia não é matar ninguém. A ideia é transformar essa força, esse ódio, esse sentimento motriz em algo como o teatro”.

 

Continua após a publicidade
Publicidade