Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Deputada petista sai em defesa de general que atuou contra HC para Lula

Erika Kokay apresenta moção de repúdio contra Olavo de Carvalho por ter se referido ao  general Villas Bôas como "doente preso a uma cadeira de rodas"

Por Evandro Éboli 28 Maio 2019, 06h25

A deputada Erika Kokay deixou as diferenças políticas de lado e apresentou uma moção de repúdio contra os ataques feitos pelo “guru” Olavo de Carvalho ao general Villas Bôas, ex-comandante do Exército e que hoje está lotado no GSI, num andar próximo ao do presidente Jair Bolsonaro.

A petista indignou-se com a declaração ofensiva e discriminatória de Carvalho que se referiu ao militar, num de seus posts, como um “doente preso a uma cadeira de rodas”.

Villas Bôas, há pouco mais de um ano, atuou nas redes na véspera de  STF julgar a concessão de um habeas corpus para soltar Lula. Falou em “repúdio à impunidade” e depois declarou em entrevista à Folha de S. Paulo que, naquele episódio, atuou no “limite”.

O general sofre de uma doença neuromotora degenerativa e se locomove em uma cadeira de rodas. Erika o defendeu de Olavo.

“Manifesto nosso veemente repúdio ao comportamento ofensivo, vil e, sobretudo, criminoso do senhor Olavo de Carvalho, conclamando o Ministério Público a tomar as providências que o caso exige”.

O requerimento será apreciado nesta quarta, na Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência.

Continua após a publicidade
Publicidade